Monsanto retorna à Contenda

Monsanto retorna à Contenda Herdade da Contenda

Como noticiado aqui, a 17 de julho último, uma das crias de abutre-preto nascidas em 2021 na Contenda foi transportada para o Centro de Recuperação de Aves Silvestres de Monsanto (CRAS) em estado de grande debilidade. Após 80 dias de recuperação, o jovem abutre recuperou peso, ganhou musculatura e aprendeu a voar.

O dia 4 de outubro (dia de S. Francisco de Assis, padroeiro dos animais) foi o escolhido para a libertação da ave. Numa iniciativa coordenada entre o ICNF (Nuno Ventinhas), o CRAS (Verónica Bogalho) e a Herdade da Contenda, o Monsanto (nome escolhido para o jovem abutre, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo CRAS) foi libertado na proximidade do Monte do Pássaro.

A ação contou com a participação da Escola Profissional de Moura (cursos de Turismo Ambiental e Rural e Ação Educativa), com a presença do Presidente da UF de Safara e Santo Aleixo da Restauração e apoio do Município de Moura (no transporte dos estudantes). Como se pode ver no vídeo, o Monsanto saiu da jaula de transporte e voou sem hesitações para um vale próximo.

Os movimentos serão agora acompanhados com recurso à informação transmitida pelo emissor GSM que transporta no dorso (equipamento fornecido pela Vulture Conservation Foundation).